Uefa compara jogadores de fundos de investimento a 'escravos modernos'

Leave a Comment

A Uefa e o FIFPro, o sindicato profissional de jogadores, compareceram à Comissão Europeia para solicitar que esta declare ilegal a propriedade de jogadores por terceiros, como fundos de investimento, informa um comunicado da entidade que comanda o futebol europeu.

"A propriedade por parte de terceiros é uma espécie de escravidão moderna, onde jogadores que pertencem a fundos de investimento ou outras entidades, em geral, não identificadas, corporativas", declarou o secretário-geral da Uefa Gianni Infantino.

"Claramente, isto não é algo que pode ser aceito pela legislação europeia e é justamente por isto que agora, junto com a FIFPro, solicitamos à Comissão Europeia que investigue e declare ilegal a propriedade por parte de terceiros", acrescentou.

Pressionada pela Uefa, a Fifa decidiu proibir a prática a partir de 1 de maio de 2015, mas as ligas profissionais da Espanha e de Portugal denunciaram a medida à Comissão Europeia em fevereiro.

O presidente da Uefa, Michel Platini, é um ferrenho opositor da propriedade de jogadores por terceiros. Algumas ligas, como a da Inglaterra ou da França, proibiram a prática há muitos anos, sem esperar uma decisão da Fifa.

Gianni Infantino Uefa

Fonte: http://www.msn.com/pt-br/esportes/futebol/uefa-compara-jogadores-de-fundos-de-investimento-a-escravos-modernos/ar-AAaiUiH

0 comentários:

Postar um comentário

O QUE É BOM ESTÁ NO BOLA
aqui você ver tudo que acontece no mundo do futebol
Leia na página: "ABOUT" - Termos e Condições - antes de fazer seu comentário