Isolado, Aidar clama por 'pacificação' no São Paulo e pede demissão coletiva da diretoria

Leave a Comment

Em meio ao turbilhão vivido nos últimos dias, o presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, emitiu uma nota oficial para tratar das polêmicas ocorridas no clube. O dirigente máximo do time tricolor confirmou a saída de Juan Carlos Osorio para a seleção mexicana e pediu uma para a diretoria de futebol se demitir de maneira coletiva, a fim de pacificar as relações na alta cúpula da organização.

Exposto depois de uma briga com Ataíde Gil Guerrero, antigo vice-presidente de futebol que acabou exonerado nesta terça-feira, Carlos Miguel Aidar, enfim, resolveu usar o site oficial do clube para se pronunciar sobre os problemas que atingiram o São Paulo, especialmente nos últimos dois dias.

O clima quente no São Paulo ganhou proporções vulcânicas na última segunda-feira, quando Ataíde Gil Guerrero e Carlos Miguel Aidar brigaram durante o tradicional café semanal entre os diretores do clube. Segundo relatos apurados pelo ESPN.com.br, o antigo vice de futebol até acertou um soco no rosto do presidente.

Apesar de negar veementemente o entrevero, Aidar exonerou Ataíde Gil Guerrero do cargo, conforme confirmou ao ESPN.com.br na manhã desta terça. Antes de divulgar oficialmente a sua posição em relação aos últimos acontecimentos - inclusive o pedido de demissão coletiva dos dirigentes -, o São Paulo perdeu também o diretor adjunto de futebol, Rubens Moreno, outro a pedir o cargo.

O presidente são-paulino, além de lidar com questões internas da diretoria, ainda convive com o pedido de demissão de Juan Carlos Osorio - o treinador pediu para deixar o clube do Morumbi durante a tarde, confirmando a ida imediata para a seleção mexicana.

Diante da tentadora proposta para assumir o México, Osorio deixou o CCT da Barra Funda no início da tarde para protocolar o pedido de demissão. O treinador colombiano, que recebeu um ultimato da Federação Mexicana para assumir imediatamente o cargo, se reuniu com Aidar no Morumbi, onde confirmou a saída do clube em meio às disputas decisivas pelo Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil.

Confira a nota oficial de Carlos Miguel Aidar
Informo que, no dia de hoje, solicitei a todos os diretores que apresentassem um pedido coletivo de demissão. Essa atitude permitirá uma recomposição da Diretoria, baseada em conversas com todos os grupos políticos do SPFC e com o objetivo maior de PACIFICAÇÃO. Chega de disputas políticas internas que nada acrescentam na vida do nosso clube. É hora de todos nós, são-paulinos, nos unirmos para o bem da instituição São Paulo F. C.

Nesta data, recebi também, aqui em minha sala, a visita do Sr. Juan Carlos Osório, que confirmou estar deixando a direção técnica do nosso time para dirigir a Seleção do México durante as eliminatórias para a próxima Copa do Mundo, um desejo que ele alimentava há muito tempo.
 
Lamento profundamente essa decisão de Osório, já que vinha desenvolvendo um bom trabalho.

Desejo-lhe boa sorte.

Nos próximos dias anunciarei os nomes dos novos diretores, bem como do novo técnico. Até lá, não voltarei a me pronunciar publicamente sobre os assuntos aqui tratados.

Carlos Miguel C. Aidar

Fonte:  MSN Esportes

0 comentários:

Postar um comentário

O QUE É BOM ESTÁ NO BOLA
aqui você ver tudo que acontece no mundo do futebol
Leia na página: "ABOUT" - Termos e Condições - antes de fazer seu comentário