Crise de construtora pode deixar Grêmio sem Arena no Brasileirão

Leave a Comment
O atraso nas parcelas do financiamento junto aos bancos, por parte da construtora AOS, pode deixar o Grêmio sem sua Arena durante o Campeonato Brasileiro. As informações são do jornal 'Zero Hora'.

Segundo o presidente Romildo Bolzan Jr., a Arena Porto-Alegrense é responsável por quitar o financiamento de R$ 230 milhões do BNDES para construção do estádio. Cerca de R$ 160 milhões ainda não foram pagos, e, caso o Banco do Brasil, Santander e Banrisul, resolverem resgatar o dinheiro que não estão recebendo, faltarão recursos para que a Arena Porto-Alegrense custeie a operação de jogo, como os custos de bilheteria e segurança.

Nos últimos três meses, a AOS, envolvida na Operação Lava-Jato, deixou de pagar as parcelas. Com o atraso, a conta bancária que recebe as receitas da Arena poderia ser bloqueada pelos bancos, impedindo o saque de dinheiro para custear a operação do estádio em dias de jogos. É nesta conta que o Grêmio deposita todos os meses R$ 1,8 milhão pelo uso do estádio.

O presidente do Grêmio afirmou que foi avisado há 30 dias sobre a inadimplência da construtora e o risco de ter de procurar outro estádio para mandar os jogos. Romildo Bolzan Jr disse ao 'Zero Hora' que o Olímpico não é uma opção e confirmou que o duelo contra o Figueirense, no próximo dia 23, será na Arena do Grêmio.

No entanto, o mandatário do Imortal se mostrou otimista quanto a um acordo entre a Arena Porto-Alegrense e os bancos, e acredita em uma solução para o caso nas próximas semanas.

    © Arena Grêmio (Foto: Pedro H. Tesch/Raw Image)          Fonte: MSN Esportes

0 comentários:

Postar um comentário

O QUE É BOM ESTÁ NO BOLA
aqui você ver tudo que acontece no mundo do futebol
Leia na página: "ABOUT" - Termos e Condições - antes de fazer seu comentário