Pode acabar o futebol na TV aberta

Leave a Comment

O ano de 2014 tem sido complicado para as emissoras de televisão. O futebol sempre foi o responsável pelo melhor índice de ibope nas transmissões, mas neste ano os pontos caíram e a cada jogo caem mais, o que é difícil entender já que este ano recebemos a Copa do Mundo no Brasil.

Ao contrário do que muitos pensam, os jogos da Copa mantiveram o mesmo nível de audiência dos jogos de campeonatos comuns. Mas como explicar isso? A Globo, maior emissora do Brasil e que detém maior parte dos direitos de transmissão esportivos, vem sofrendo para incentivar os clubes a tomarem iniciativas que beneficiem ambas as partes.

A emissora chegou a exigir que as equipes melhorem o desempenho dentro dos gramados a fim de subir os pontinhos na audiência caso contrário, seria impossível continuar com o trabalho.

Em agosto deste ano, a emissora apresentou aos dirigentes dos times uma pesquisa baseada num estudo que revelou a perda de 10% do ibope ao ano que o futebol vem perdendo. Segundo o estudo, se as transmissões continuaram com este baixo índice, em 10 anos o futebol será um produto consideravelmente relevante apenas para os canais de assinatura. No caso da Globo, os campeonatos seriam veiculados apenas nos canais SporTV.

Uma das especulações que a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) levantou durante reunião com a Globo foi o fato da emissora pagar mais ao Corinthians e ao Flamengo e bem menos à clubes que tem menores torcidas. A resposta da emissora foi que a remuneração aos clubes acontece de acordo com o número de jogos transmitidos e a audiência que eles possuem.

Porém, em um campeonato como o Brasileiro, por exemplo, todos os times possuem o mesmo número de jogos. O que resta saber é o motivo pela exclusão de partidas com Santos, Palmeiras, Botafogo, Fluminense, Cruzeiro, Atlético-MG, Bahia e até o São Paulo ficam em segundo plano já que todos os times citados possuem as maiores torcidas do país.

Com a Rede Bandeirantes, que possui os direitos de transmissão de alguns campeonatos, o problema não tem acontecido de forma agravante, mas os patrocinadores e o conselho administrativo da emissora já começam a tomar cuidado e medidas que evitem a “crise“.

Segundo Alexandre Kalil, presidente do Atlético-MG, “…quem dá ibope é aquele time que está na frente, na disputa de títulos e não o Flamengo no meio da tabela ou quase caindo pra série B do campeonato, por exemplo. Time que dá audiência é o que está no topo da tabela buscando o título“.

E você, o que acha desta polêmica? Acredita que algum dia o futebol será extinto da TV aberta ou é apenas uma crise e logo passará? Dê sua opinião e não deixe de curtir e compartilhar com seus amigos.

Audiência-do-Futebol

0 comentários:

Postar um comentário

O QUE É BOM ESTÁ NO BOLA
aqui você ver tudo que acontece no mundo do futebol
Leia na página: "ABOUT" - Termos e Condições - antes de fazer seu comentário