Santos acionará empresa de pai de Neymar e Barcelona na Justiça

Leave a Comment

Não é de hoje que a torcida santista cobra e aguarda uma atitude do Santos sobre o ‘caso Neymar’. E o momento chegou. O clube decidiu que vai acionar a N&N Sports, empresa do pai do jogador, e o Barcelona na Justiça para buscar ter acesso aos contratos feitos entre o atleta e o time espanhol e também por entender que ainda tem direito a receber valores não repassados.

No acordo entre a empresa de pai de Neymar, Santos e Barcelona, à época, milhões de euros foram distribuídos para várias partes. Ficou acertado o pagamento de 40 milhões para a N&N Sports, além de 17,1 mi ao Santos, e luvas de 10 mi ao atacante. Outros 2,7 mi foram para agentes intermediários e 2 mi em acordo com a N&N para monitorar promessas. Mais 7,9 mi para o Barcelona ter prioridade sobre três promessas e 4 mi em direitos de imagem. Toda a operação custou, portanto, 86,2 milhões de euros.

Vale lembrar que, da quantia recebida pelo Peixe, 6,8 milhões de euros tiveram de ser repassados ao Grupo Sonda, que tinha direito a 40% do que o clube recebesse na transferência. Com isso, o alvinegro embolsou ‘apenas’ 10,3 mi de euros.

O Ministério Público da Espanha entende que cerca de 13 milhões de euros foram sonegados na transação que envolveu vários contratos entre 2011 e maio de 2013. No início do ano passado, logo depois de assumir a presidência, Josep Maria Bartomeu convocou uma entrevista coletiva para divulgar o contrato de Neymar e tentar esclarecer as divergências sobre o valor do jogador. No mês seguinte, o Barça realizou um pagamento preventivo ao fisco do país europeu de € 13,5 milhões para evitar "possível divergência interpretativa".

A Audiência Nacional entende que Sandro Rosell tentou disfarçar o alto custo do negócio com pagamentos divididos, tendo Bartomeu como cúmplice. O tribunal espanhol, que atua como Ministério Público, solicitou a prisão dos dois dirigentes pelas irregularidades. Bartomeu pegou dois anos e três meses de detenção e Rosell, que renunciou ao cargo diante das polêmicas sobre a chegada do camisa 11, teve a pena pedida de sete anos e três meses. O pai de Neymar deve ser convocado para, no mínimo, prestar esclarecimentos em breve.

Além de toda a polêmica, contratos confidenciais que provam que Neymar entrou em campo pelo Santos na final do Mundial de Clubes de 2011, justamente contra o Barcelona, já vendido ao clube espanhol, em negócio feito pelo pai do jogador, também foram revelados recentemente.

0 comentários:

Postar um comentário

O QUE É BOM ESTÁ NO BOLA
aqui você ver tudo que acontece no mundo do futebol
Leia na página: "ABOUT" - Termos e Condições - antes de fazer seu comentário