Fortaleza derrotado não se classifica e se despede melancolicamente

2 comments

LEO_TR~1O sonho do penta tricolor foi encerrado na tarde deste domingo (24), no estádio Romeirão, em Juazeiro. O Fortaleza foi derrotado por 3 a 2 pelo Icasa e encerrou sua campanha no segundo turno do cearense na 7ª posição, ficando de fora do G4. O Icasa, com uma campanha fraca no torneio se prepara para o brasileirão da série B.

Em busca da vitória e torcendo por uma série de combinações para conquistar a vaga para o quadrangular final, o Fortaleza foi todo ao ataque, mas sem qualidade e com atacantes que pouco produziram, o tricolor não apresentou nenhuma jogada de risco ao gol adversário. O que se viu durante os 45 minutos iniciais foi uma série de faltas e cartões amarelos recebidos pelos jogadores do Fortaleza.

Na volta do intervalo, o treinador tricolor, Ferdinando Teixeira, mudou e colocou a equipe ainda mais ofensiva. O resultado disso foi desastroso. Aos 11 minutos, Almir cruzou na área e Marciano apenas empurrou para dentro do gol, abrindo o placar para o Icasa.

Aos 22 minutos, o zagueiro icasiano, Everaldo, colocou a mão na bola, pênalti claro marcado pelo árbitro. Guto empatou o jogo para o leão.

Com o Fortaleza criando sem qualidade, o Icasa passou a utilizar dos contra-ataques. E foi em uma jogada rápida que o verdão marcou com Marciano, que escorou para dentro do gol em posição irregular.

Logo em seguida o Fortaleza chegou ao empate com Guto, marcando segundo gol no jogo aos 39.

O jogo parecia resolvido até os 46, quando Fábio Lopes chutou forte de fora da área colocando o verdão a frente do placar e dando números finais a partida. Com o resultado, o Fortaleza amargou a 7ª posição no returno e passa a pensar na preparação para o campeonato Brasileiro da série C.

2 comentários:

  1. Caro Caubi, bom dia!!!
    Dois dos principais postulantes a títulos do campeonato cearense dos últimos anos se despediram ontem. Um deles, o Icasa, sequer chegou ao quadrangular final em ambos os turnos. Serve de aviso para um time que jogará a série B, caracterizada por ser uma competição bem disputada e parelha. Tem que melhorar muito pra se manter na série B. Já o outro, o Fortaleza, viu correr por água abaixo os planos para o pentacampeonato. Mas afinal, o que vem acontecendo no Pici? O clube que ganhou oito dos dez últimos campeonatos cearense. A verdade é que o tricolor vem se desestruturando. Série B, depois Série C, tinha uma hora que chegaria também no campeonato local. Confusões extra campo, diretoria que não se entende. Cobranças por parte da torcida, imprensa, insatisfação por parte dos conselheiros, e principalmente, falta de elenco, time mesmo. O Fortaleza não tinha peças a altura pra conquistar o penta. Taí a prova. Quando demitiram o Flávio eu disse em outro comentário que não o culpava. Trouxeram o Ferdinando Teixeira mais para agradar a torcida ou até uma tentativa desesperada para arrumar o time. Mas peraí, faltando cinco rodadas para a final da fase classificatória? Era querer demais. Observem: Ceará, líder isolado. Guarani (J) já praticamente classificado. Horizonte vivendo bom momento e dependendo de si. Corriam por fora, Guarany(S), Itapipoca, Tiradentes e Fortaleza. Ou seja, o leão era o último da lista e ainda dependia de uma série de combinações de resultados. Quer dizer, era dificil ou quase impossível. Sem falar nas delcarações do presidente licenciado Paulo Arthur, infelizmente esse rapaz falou bobagens demais. Se juntarmos todos esses problemas no liquidificador talvez saia uma mistura de tudo o que foi o Fortaleza neste campeonato.

    ResponderExcluir
  2. Diferenças entre Ceará e Fortaleza.
    Elenco: o Ceará manteve a formação do time da série A de 2010, o qual conseguiu vaga na sulamericana, com exceções de Magno Alves, Anderson e Michel Alves (goleiro). Contratações: Vieram o goleiro Fernando Henrique que havia sido vice campeão da Libertadores pelo Fluminense, zagueiro Cléber, que estava no América/RN. Meias: Sergio Mota (São Paulo) e Thiago Humberto (Inter/RS). Ataque: Iarley (Corintians), Junior (Vitória-BA), vice campeão da copa do Brasil e Osvaldo que estava no exterior. Fora isso, ainda tinha um banco de reservas onde qualquer jogador poderia ser titular, a prova é tanta que por várias vezes os reservas deram a vitória ao Ceará. Assim foi inclusive, na decisão do primeiro turno quando Osvaldo e Nicácio protagonizaram a jogada e o gol do título.
    Já o Fortaleza, antes de começar o campeonato cearense a imprensa anunciava que o Fortaleza não tinha nem um time completo. Ainda assim vieram Luciano Henrique, Adriano Pimenta (reserva do Sport Recife), Menezes (zagueiro), Régis, Ronieri e o goleiro Fabiano. Depois trouxeram Itacaré que pra ser sincero não sei nem em qual time esse aí jogava. Tudo isso aí mostra a diferença entre os dois, sem falar nem comentar, os trabalhos realizados pelas diretorias. O Ceará de hoje é bem mais organizado, indiscutivelmente. Daí cabe a frase do Ruy ex dirigente do Ceará que certa vez disse: "time ganha jogo e diretoria ganha campeonato." Não deixa de ser uma verdade.

    ResponderExcluir

O QUE É BOM ESTÁ NO BOLA
aqui você ver tudo que acontece no mundo do futebol
Leia na página: "ABOUT" - Termos e Condições - antes de fazer seu comentário